22
Dom, Jul
0 Novas matérias

Escolas do Paraná recebem curso de como agir em casos de risco

Educação
Tipografia

Na linda Faxinal do Céu, vila dentro do município de Pinhão no centro-sul do estado do Paraná, mais de 3 mil pessoas, entre diretores, pedagogos, consultores de segurança (bombeiros) e representantes de núcleos participam do PEP (Prontidão Escolar Preventiva), onde eles são capacitados para repassar vários ensinamentos de como proceder em casos de risco, como desastres naturais (terremoto, inundações, vendavais, chuvas de granito, etc.), artefatos explosivos, sequestros, incêndios, como planejar uma rota de fuga, qual melhor ponto de encontro, montar uma brigada de emergência, como prestar os primeiros socorros, além de praticarem simulações para o treinamento.

O evento, realizado pela Secretaria Estadual de Educação em parceria com a Polícia Militar por meio do Comando do Corpo de Bombeiro, BPEC/PROERD, 13º Batalhão de Polícia Militar, CIA Pchoque através do COE (Comando e Operações Especiais), com o intuito de capacitar os participantes para que eles possam multiplicar esse conhecimento em suas escolas, treinando o corpo docente, funcionários e alunos para que estejam preparados em casos de riscos, algo que já deveria ocorrer a muito tempo.

Nos EUA, todas as escolas e muitas empresas fazem o procedimento de treinamento de evacuação em caso de incêndio, além de ter um policial e uma enfermeira em quase todos os colégios públicos, o Paraná sai na frente seguindo o arquivado Projeto de Lei nº 3572/04, do autor Carlos Nader (PFL /RJ) que pede a obrigatoriedade para instituições de ensino, públicas e privadas de todo o país realizarem, periodicamente, o treinamento de evacuação em caso de incêndio, mas que no caso do Paraná terá treinamento ainda mais completo.

Para os participantes, a experiência foi muito proveitosa, “Além de aprender ensinamentos para nos proteger, temos a oportunidade de salvar muitas vidas se algum sinistro vier a acontecer.” Diz Lúcia Santos, vice-diretora do Colégio CESB de Adrianópolis. Além de Lúcia Santos, participaram do evento: Sofia Coelho Dias, Dulcimare Machado e Roseli Santos diretoras que estiveram representando os Colégios, Diogo Ramos, Selbmann e Porto Novo respectivamente.

Agora os colégios estão apenas esperando o aval da SEED (Secretaria Estadual da Educação) para colocar em prática tudo o que foi passado durante o curso em Faxinal do Céu e criar a PEP para cada escola.

Gostaríamos de solicitar aos que  participaram deste evento  para comentar em nossa página , inclusive  enfatizar o que acharam do PEP e outras contribuições que venham colaborar para o sucesso da implantação do Programa nas escolas.